Arauto do Segundo Convite Volume 2 – Julho de 2019

Artigo 1 - Julho de 2019 - As três testemunhas do livro selado (Escrito por Sergio De Moura)

Artigo 2 - Julho de 2019 - Refutação aos argumentos opostos (Escrito por Maurício Berger)

Artigo 3 - Julho de 2019 - CONVITE À RACIONALIDADE (Escrito por Coriolano Pacheco)

PortugueseHeraldWithFlame

Volume 2, Artigo 1 - Julho de 2019 - (Escrito por Sergio De Moura)


As três testemunhas do livro selado

1 Deixar de lado os relatos desses homens não é tão simples como alguns imaginam. Críticos sérios do Livro de Mórmon tem se esforçado para tentar neutralizar os testemunhos das testemunhas das Placas de Ouro. Isso, no entanto, não é fácil. Isso pode ser impossível.

2 Em grande parte, graças à meticulosa pesquisa que já tem sido mostrada, podemos constatar e aprendemos muito sobre eles e sobre o tempo que foram dedicados seguidores de Joseph Smith Jr. e depois de terem sido alienados dele e sua igreja por muitos anos, durante os quais testificaram do Livro de Mórmon.

3 Durante muito tempo, aqueles que procuravam desacreditar seu testemunho os acusaram de insanidade ou de conspirar para cometer fraudes. À luz de muito trabalho e pesquisa, no entanto, nenhuma acusação pode ser sustentada. Eles eram homens claramente sãos, honestos e respeitáveis em suas comunidades, amigos e familiares.

4 Recentemente, o método preferido de dispor das testemunhas tem sido sugerir, de forma bastante falsa, que elas nunca afirmaram ter literalmente visto ou tocado em absolutamente nada, ou insinuar que elas eram fanáticas primitivas e supersticiosas que, ao contrário de nós, modernos e sofisticados, poderiam dificilmente distinguir a realidade da fantasia. Honesto, mas mal orientado.

5 Parece implausível, no entanto, supor que as testemunhas, agricultores do início do século XlX que passaram a vida subindo ao nascer do sol, levantando troncos, limpando pedras, arando campos, plantando sementes, cultivando cuidadosamente colheitas, pastoreando gado, ordenhando vacas, cavando poços, construindo cabanas, levantando celeiros, colhendo alimentos, negociando em uma economia muitas vezes sem dinheiro o que eles não podiam produzir, usando roupas feitas de fibras e peles de plantas, observando ansiosamente as estações do ano e andando ou montando animais sob o tempo até eles se retiraram para suas camas logo após o pôr-do-sol em "um mundo iluminado apenas pelo fogo", foram afastados da realidade cotidiana. As vistas, a distância para se até os (pesquisadores) do livro de Mórmon era tarefa árdua e muitas vezes penosa, pois usavam carroças ou até mesmo a pé em meio a neve e muito calor. A morte em meio a essas dificuldades era inevitável, mesmo assim não abandonaram seus testemunhos e crença.

6 É especialmente inacreditável quando a alegação é feita por pessoas cujas vidas, como a minha, consistem em olhar fixamente para telas digitais em casas e escritórios artificialmente climatizados e artificialmente iluminados, revestidos de fibras sintéticas, pendulares entre os dois em ambientes agradável e fechados. veículos mecânicos com ar condicionado enquanto ouvem rádio, ouvem livros (inclusive o livro de Mórmon), conversam em seus telefones celulares e mexem em seus iPods (cujo funcionamento interno é em grande parte misterioso para eles), que compram sua comida pré-embalada com pouca ou nenhuma consideração pela previsão do  tempo ou pelo tempo de preparo, sua qualidade, por meio de cartões de plástico e transferências financeiras eletrônicas de supermercados artificialmente iluminados e com ar condicionado, enredados em redes de distribuição internacional das quais eles não conhecem virtualmente nada, os ritmos de cujas vidas diárias não são afetados pelo nascer e pôr do sol.

7 De alguma forma, suponho que a “alucinação” possa parecer para

um cético como uma maneira atraente de prejudicar o testemunho das Três Testemunhas, com sua voz divina e sua angelofania (relatos de, visitação de anjos) e seu sabor claramente visionário.

8 Mas a experiência das Oito Testemunhas é muito diferente e inteiramente prosaica (Disfarce ou surdina). A alucinação não parece explicar isso bem.

9 Por outro lado, se não fosse pelo caráter espetacularmente sobrenatural da experiência das Três Testemunhas, um cético desesperado poderia descartar a coisa toda como o produto meramente de engano grosseiro. Talvez Joseph Smith ou algum outro ferreiro de fronteira forte (Oliver Cowdery, talvez, por que não?) Tenha forjado adereços de ouro para enganar os “caipiras” daquele século, afinal, não seria “fácil”?

10 E as três testemunhas da Parcela Selada do livro de Mórmon, o que sabemos destes homens que “supostamente foram escolhidos pelo Senhor para este trabalho” sua visão Angelical, transformou totalmente a vida de suas famílias? A minha, sua e de seus amigos?

Joni Batista, Valdeci Machado e Wagner Zeppenfeld.

11 Quem são? Como vivem? Suas famílias os apoiam? São homens de posse? Vivem uma vida “confortável” como as testemunhas do Livro Selado (...)? Afinal, aquelas viviam no “conforto”, mas essas testemunhas atuais, seriam mais ou menos beneficiadas ou privilegiadas?

12 Largaram suas vidas, cidades, amigos e familiares, para seguir Maurício A. Berger (para serem alienados dele, como as do passado foram por Joseph) após terem sido “convencidos” da veracidade das placas de ouro ou seus testemunhos e obrigação estão acima de qualquer homem desta dispensação?

13 Sua visão Angelical, as tornou homens melhores?

14 E, se, não fossem pessoas simples, mas industriários ou pessoas com grande notoriedade em nossa sociedade, seria mais “fácil” seus testemunhos “parecerem” verdadeiros?

15 Como as testemunhas do Livro de Mórmon, também são homens muito simples e de pouca ou nenhuma posse, são homens com pouco estudo secular, mas com conhecimento divino estrondoso, com famílias simples e de muita fé no Senhor Jesus Cristo. Experimentados no trabalho, mas com semblantes alegres a felizes.

16 Homens de conhecimento claro e notório das escrituras, pois as respostas para perguntas complexas estão sempre na ponta da língua para qualquer pergunta, conhecimento extraordinário da missão do Salvador Jesus Cristo, fé extraordinária no sacrifício expiatório, íntegros e fiéis aos convênios feitos com seu Deus.

17 Extremamente generosos com o próximo, pois eu mesmo tenho o privilégio de participar de eventos onde necessitados são assistidos por sua generosidade. Homens de amor genuíno pelo próximo, caridosos e rápidos em praticar o bem. Em suas famílias refletem o amor do Salvador.

18 Não tive o privilégio de conhecer pessoalmente nenhuma das 11 testemunhas do livro de Mórmon, mas nosso Salvador Jesus Cristo foi generoso para comigo, me conduziu e me permitiu não apenas estar com estes homens fantásticos, AS TRÊS TESTEMUNHAS DO LIVRO SELADO. Seus corações estão cheios de bons sentimentos, despidos de orgulho, cheio de caridade, e esperança em nosso amoroso Salvador Jesus Cristo, esforçando-se para nos ensinar a nos aproximarmos do puro amor de Cristo.

19 É meu privilégio participar das reuniões, eventos e atividades voltadas ao serviço de nosso próximo, de estar ao lado de homens sábios.

20 Posso dizer que estes três homens, podem ser comparados com as testemunhas do Livro de Mórmon.

 

Alma 53

E eram todos jovens e muito valorosos quanto à coragem e também vigor e atividade; mas eis que isto não era tudo -- eles eram homens fiéis em todas as ocasiões e em todas as coisas que lhes eram confiadas.

Sim, eles eram homens íntegros e sóbrios, pois haviam aprendido a guardar os mandamentos de Deus e a andar retamente perante ele.

 

21 Testifico que as TRÊS TESTEMUNHAS DO LIVRO SELADO (...), são testemunhas especiais que foram escolhidas para este grande trabalho em nosso meio.

22 Testifico que há muito amor e caridade nos corações destes grandes guerreiros.

23 Irmãos, as três testemunhas VIRAM MORÔNI, apertaram à mão de um Anjo do Senhor.

24 Testifico das incontáveis bênçãos que temos recebido, por estar próximo destes homens que estiveram com Morôni, que foram instruídos e revestidos com poder do alto.

25 Será que temos percebido o quão sagrado é este trabalho que estes homens têm testificado ao mundo?

PortugueseHeraldBanner

Volume 2, Artigo 2 - Julho de 2019 - (Escrito por Maurício Berger)


Refutação aos argumentos opostos

1 "Os 'anjos sentinelas' que se casam com as mulheres que dão à luz uma prole de gigantes no livro selado de Moisés 4:28 estão em contradição com o relato de Genesis na versão inspirada da Bíblia de Joseph Smith Jr?"

2 Absolutamente que não!

3 A questão em pauta se dá em razão do texto bíblico de Genesis 6:2 que menciona "os filhos de Deus", o qual fora corrigido por Joseph Smith Jr. em Genesis 8:2 na versão inspirada traduzida por ele por "os filhos dos homens" (Moisés 8:14). (ver LS Moisés 5:12).

4 No entanto, quem seriam "os filhos de Deus" que tomaram para si as filhas dos homens descrito na sequência desse mesmo contexto de Gênesis 8:9 Versão inspirada JS? (Moisés 8: 13-18)

5 Por que Joseph não alterou esse versículo também?

6 Ocasionalmente, a Bíblia menciona que anjos se materializaram em corpos humanos, até mesmo vindo a comer e beber com homens, um exemplo disso está descrito em Genesis 18 Versão Inspirada de JS. (Gênesis 18:1-22; 19:1-3).

7 Em outra ocasião, os seres humanos, inflamados de fornicação queriam manter relações sexuais com os dois anjos que estavam com Ló (Gênesis 19:1-5), o que mostra que eram homens atraentes fisicamente. É muito claro que eram capazes de executar todo o tipo de funções humanas, além de comer e beber, mas também andar e falar entre nós de tal forma que não eram identificados como anjos, mas como homens (Hebreus 13:02).

8 Em pelo menos duas ocasiões, o próprio Moroni, um ser ressurreto, cuja descrição feita por Joseph, é de um ser “indescritivelmente glorioso, cujo semblante era verdadeiramente como um relâmpago” aparece como um homem terreno, limpando o suor da fronte no que diz respeito dos relatos de David Witmer no século XIX, assim como descritos abaixo:

9 “Quando eu estava voltando para Fayette, com Joseph e Oliver, todos nós andando a carroça, Oliver e eu em um assento de mola de madeira à moda antiga e José atrás de nós, enquanto viajamos em um lugar claro e aberto, muito agradável, quando então, um velho apareceu de repente ao lado da nossa carruagem e saudou-nos com: "Bom dia, é muito quente", ao mesmo tempo limpando o rosto ou a testa com a mão. Nós retornamos a saudação e, por um sinal de Joseph, eu o convidei para cavalgar se ele fosse nosso caminho. Mas ele disse muito agradavelmente: 'Não, eu estou indo para Cumora.'

10 Este nome era algo novo para mim, eu não sabia o que Cumora significava. Todos nós olhamos para ele e para o outro, e enquanto eu olhava ao redor inquirindo de Joseph, o velho instantaneamente desapareceu, então eu não o vi novamente ".

Joseph F. Smith: "Você notou a aparência do dele?"

11 Whitmer: "Eu deveria pensar que sim. Ele deveria, eu acho, ter cerca de um metro e oitenta e nove centímetros de altura (...); seu rosto era tão grande; ele estava vestido em um terno de roupas de lã marrom, seu cabelo e barba eram brancos, como o irmão Pratt, mas sua barba não era tão pesada. Eu também lembro que ele tinha em suas costas, uma espécie de mochila com algo dentro, em forma de livro. Esso era o mesmo mensageiro que pegou as placas de Joseph um pouco antes de começarmos a partir do Harmony. Logo depois da nossa chegada a casa, vi algo que me levou à crença de que as placas foram colocadas ou escondidas no celeiro do meu pai. Eu francamente perguntei a Joseph se minha suposição estava certa, e ele me disse que sim. Algum tempo depois disso, minha mãe foi vai ordenhar as vacas, quando ela foi encontrada perto do quintal pelo mesmo velho (a julgar pela descrição dela), que disse a ela: 'Você tem sido muito fiel e diligente em seus trabalhos, mas você está cansado por causa do aumento de sua labuta; é apropriado, portanto, que você deve receber um testemunho de que a sua fé pode ser fortalecida ”. Então ele mostrou a ela as placas. (...) Esta circunstância, removeu completamente todos os sentimentos e nervosismo dela para aumentar suas responsabilidades”." – "Biografia de David Whitmer" por H. H. Smith de "Journal of History" vol.  3, 1910, página 448.

Uma cópia eletrônica para download pode ser encontrada aqui nesse link, (página 11): http://www.latterdaytruth.org/pdf/101040.pdf

12 Porém, mesmo havendo tais evidências dessa veracidade que corrobora com o Livro Selado (...), sempre haverá aqueles que dentre os santos dos últimos dias, se colocam como eruditos da verdade, assim como os fariseus nos dias de Jesus no Meridiano dos tempos, que vez por outra argumentarão sobre o que está escrito em Mateus 22: 29 versão inspirada de JS (Mateus 22:30) afirmando que tal conceito é uma "contradição".

13 Contudo, embora os anjos sejam seres espirituais sabemos que existem várias classes de anjos em esferas diferentes de composição corporal (Marcos 16:5), mas isto não quer dizer que aqueles que foram designados a estar sobre esta terra, assim como os vigilantes, não podiam materializar formas humanas e entrar em relações conjugais com mulheres humanas e assim, trazer os espíritos de demônios sem corpos a serem gerados como criaturas (Gigantes) na terra.

14 Portanto, não parece haver para duvidar que os “filhos de Deus”, descritos em Gênesis 8:9 Versão inspirada JS (Moisés 8: 13-18) correspondem aos filhos angélicos de Deus descritos na Bíblia sagrada antes de sua correção e que Joseph traduziu o versículo 2 para “filhos dos homens” intencionalmente, apenas com o intuito de mostrar que eles agora viviam na terra em corpos similares aos filhos dos homens terrenos embora fosse os filhos de Deus vindo dos céus.  – Ver LS Moisés 5:12.

15 O mais contundente, portanto, nisso tudo é o fato de que nem todos os anjos caídos foram lançados em prisão.

Você nunca se perguntou por que?

16 Nas escrituras temos pelo menos dois registros de apostasia por parte dos anjos. O primeiro ocorreu no céu com a rebelião de Lúcifer, o querubim chefe que levou um terço dos anjos bons a seguir sua liderança (Ezequiel 28:14-16).

17 A segunda apostasia é mencionada em 2 Pedro 2:4-5 e Judas 6-7, em que eles abandonaram seu lugar designado de residência para invadir outro que estava fora dos limites para eles. Ao mencionar em seus escritos esses anjos em prisão, Judas descreve o pecado deles a algo que se assemelha com a imoralidade sexual.

Em relação a isso, deve-se notar que a referência de Judas 1:6, 7 em relação a anjos não conservarem sua posição original e a abandonarem sua “própria moradia correta” (referindo-se aqui certamente a abandonarem o corpo espiritual para viver em um corpo físico) é logo seguida pela declaração: “Assim também Sodoma e Gomorra, e as cidades em volta delas, as quais, da mesma maneira (esses anjos) entregaram-se a fornicação e tendo ido atrás do uso impróprio da carne (ou seja eles estavam em um estado carnal), são postas diante de nós como exemplo de aviso.” De modo que o peso conjunto da evidência bíblica indica um desvio de anjos, a realização de atos contrários à sua natureza espiritual, ocorrendo nos dias de Noé.

18 Uma vez que os demônios que se rebelaram ainda nos céus não podiam ter corpos físicos na terra, tão pouco podiam se materializar assim como faziam a classe dos vigilantes, o livro selado parece indicar que os vigilante fizeram um acordo com Satanás, afim de proporcionar aos demônios sem corpos que o seguiram após a grande rebelião, nascer com um corpo físico entre os descendentes de adão, mantendo relações sexuais com as filhas dos homens, afim de trazer em corpos de gigantes os espíritos de demônios que foram expulsos do céus para um corpo carnal no ventre de uma mulher humana na terra.

19 E o que mais haveriam de querer os demônios do que ter seu próprio corpo, visto que em certa ocasião eles tomando por possessão o corpo de um ser humano, suplicaram a Cristo que não os deixassem sem corpo para habitar, mas que os mandassem mesmo que fosse para o corpo de porcos? – Veja Marcos 5:12

20 A fraqueza dos argumentos elaborados para desmerecer a fidedignidade do livro selado (...) é uma ideia que contradiz a lógica, de que machos humanos comuns casando-se com fêmeas humanas comuns, jamais vão dar origem a uma prole de "gigantes".

21 Na verdade, tanto o texto de 2 Pedro 2:4-5 como o de Judas 6-7 correlacionam esses eventos a Sodoma e Gomorra no que diz respeito ao pecado da fornicação dessas cidades.  Este encarceramento em cadeias até o dia do julgamento nos dá ainda uma visão mais abrangente em mostrar que esses anjos em cadeias não estão lá por causa da queda do diabo e seus demônios, mas sim por pecados de alguns anjos na terra. Se o pecado mencionado no segundo Pedro foram a queda original dos anjos, que ocorreu no céu, então todos os anjos do mal estariam em cadeias, e não apenas alguns. Isto significa que Satanás e todos os anjos seriam obrigados e não ser ativos hoje. Obviamente, isso não é o que vemos, indicando ter sido uma outra classe de anjos, pois há inúmeras criaturas diferentes descritos no céu.

22 Portanto, se estes “filhos de Deus” eram apenas homens, como argumentam os opositores do livro selado, surge a pergunta: Por que mencionar seus casamentos com as filhas dos homens como algo especial? Afinal, temos que lembrar aqui que casamentos e ter filhos nesses casamentos já ocorriam com os filhos dos homens na época de Noé por pelo menos uns 1.500 anos até então.

23 Além disso, a visão do Livro Selado (...) que faz menção de anjos vigilantes se casando com as fêmeas humanas, tem uma forte base contextual, cultural e histórica de outras religiões, indicando que este conceito não é limitado apenas às culturas hebraicas e Cristãs, mas quase todas as civilizações antigas têm lendas e mitos de visitações do céu, Gigantes e Dilúvio.

24 A maioria das antigas fontes rabínicas e os tradutores da Septuaginta no terceiro século antes de Cristo confirmam este ponto de vista. Enquanto não devemos deixar que as tradições sejam a palavra final em questões doutrinárias, podemos nos questionar sobre os reais motivos que fizeram com que esses tradutores da Bíblia considerassem essa visão?

25 Além disso, outros escritos sagrados falam das relações entre os seres celestiais e as mulheres da Terra. O Nihongi, do Japão, descreve seres divinos que desciam do céu em barcos celestiais para se unirem às filhas dos homens.

26 Um antigo registro do Nepal, chamado Bundhasvamin Brihat Katha Shlokasanigraha, narra contos de seres divinos descendo do céu, seduzindo as mulheres e guerreando em seus carros voadores.

27 Na Índia, o Rig Veda conta histórias sobre seres celestiais que vinham à Terra para amar as mulheres ou fazer guerra. O mesmo tema pode ser encontrado no Ramayana, também da Índia, pois menciona conjunções carnais de seres celestiais com mulheres humanas.

28 Os exemplos são inúmeros em registros de muitas civilizações antigas, onde algumas virgens eram quase sempre destinadas a esses seres celestiais, cujas origens eram dos céus ou, pelo menos, sobre-humanas. A pergunta, porém, que deve ser feita aqui, é se todas essas histórias eram apenas lendas de diversas nações, ou um reflexo de uma história distorcida do que realmente ocorreu com os filhos de Deus em relação as filhas dos homens?

29 Enquanto o título “filhos de Deus” é usado na passagem de Gênesis 8: 1 Versão Inspirada para distinguir os filhos justos de Noé, lemos no versículo 9 de Gênesis, capítulo 8 da Versão Inspirada, o termo “os filhos de Deus”, expressão usada pelos homens que tomaram para si as filhas dos homens, assim como está escrito no texto em Jó 1:6, 2:1, 38:7, usado exclusivamente para descrever anjos.

30 Em relação a isso, se considerarmos a expressão do texto em pauta: “tomaram para si as filhas dos homens”, perceberemos que se trata uma declaração mais que não deixa qualquer tipo de dúvida, por cujo contexto faz clara distinção entre “os filhos de Deus (hebraico Bene Elohim) em relação às filhas dos homens (hebraico Benote Adam - filhas de Adão). Enquanto os primeiros eram descendentes do Divino, as mulheres distintamente eram descendentes naturais da raça humana.  Pela lógica, somente esta ocorrência natural da combinação de uma espécie superior ao homem (anjos) que coabitam com as filhas dos homens (fêmeas humanas) pode de fato resultar em uma prole que é chamada “gigantes”.

31 Há várias questões que são relevantes que colaboram com a narrativa do livro selado que precisam ser analisadas a luz das escrituras para deixar claro ao leitor sincero que busca a verdade de que Joseph Smith Jr usou filhos dos homens no texto anterior para esclarecer que os anjos se transmutaram na semelhança dos homens.

PortugueseHeraldBanner

Volume 2, Artigo 3 - Julho de 2019 - (Escrito por Coriolano Pacheco)


CONVITE À RACIONALIDADE

1 Duas coisas assombrosas estão acontecendo neste momento no mundo. A primeira é que um brasileiro, Mauricio Berger, afirma ter recebido do anjo Moroni as placas do Livro de Mórmon para a tradução de uma das partes seladas por meio do Urim e Tumim. Na presença de oito testemunhas norte americanas e três brasileiras, retirou o lacre das placas e todos os presentes as examinaram e constataram serem verdadeiras, o que foi confirmado pela forte e inconfundível manifestação do Espírito Santo. Os testemunhos desses irmãos foram redigidos e estão disponíveis na Internet. Todos de impecável reputação em suas respectivas igrejas, ramificações da Igreja Mórmon original, fundado por Joseph Smith em 1830. Ao regressarem aos Estados Unidos, os irmãos norte americanos prestaram seus testemunhos para mais de quatrocentas pessoas, numa conferência realizada para esse fim. O Livro Selado (...), fruto da tradução de 19 das 42 placas das quais Mauricio retirou os selos, foi publicado em português e em inglês, sendo disponibilizado gratuitamente no Brasil e a preço de custo nos Estados Unidos.

2 A outra coisa assombrosa que está acontecendo é que há quem sinta vergonha de orar sobre o assunto por se sentir infiel e fraco, ao ousar perguntar para Deus sobre um assunto acerca do qual não deveria haver dúvidas em suas mentes. Há quem lê o Livro Selado predisposto a encontrar defeitos, com a semente do desprezo já plantada no coração. Há os que lêem com o coração duvidoso, porém com um certo respeito. Há os que são martirizados pelas dúvidas e mantém no coração uma súplica constante e, ao ler o Livro, um raio de luz muda o curso de suas vidas. Há os que estão sem fé, apáticos, desiludidos e algo de repente acontece que muda completamente a situação. Há os que resolvem ler o livro para desafiar quem nele crê, para jogar “na cara” algumas inverdades e contradições e terminam a leitura com o livro “entalado” na garganta em meio ao dilema de não poder negá-lo. Enfim, são tantas as experiencias quantas são as pessoas que se defrontam com esta Obra.

3 Reconheço que estamos diante de um fato avassalador, extremamente complexo, desafiador, que mexe com nossas estruturas emocionais, com os pilares de nossa fé, Não é sem razão que as coisas de Deus, tradicionais, são consideradas loucuras para o homem comum. Agora, imagina as coisas não tradicionais, heterodoxas, como é o caso de Moroni aparecer para um brasileiro simples e entregar as placas e o Urim e Tumim para a tradução da parte selada, passando ao largo de uma Igreja poderosa e rica, nascida no berço do país mais rico e poderoso do mundo, administrada por homens de extrema e comprovada capacidade, uma igreja que está embelezando o planeta com templos magestosos e imponentes, onde famílias são seladas para a eternidade! Um verdadeiro absurdo o contraponto que vem do Sul do Brasil! Só mesmo uma manifestação do Espírito Santo, de forma a não deixar a menor sombra de dúvida, possui o poder de romper com tudo isso e nos fazer engajar nessa nova Obra. Nada menos do que o toque do Espírito Santo, de forma clara, inconfundível, algo parecido com as demonstrações de poder que Deus promoveu na libertação do seu povo do Egito. Guardadas as devidas proporções é o que deve acontecer a partir de agora. Enquanto a obra de Deus não se manifesta em toda sua plenitude, parece mesmo uma verdadeira loucura acreditar no Projeto Sião.

4 Quem está feliz na Igreja, serve em algum cargo com dedicação; é frequentador do Templo; possui uma família que tem tudo para ser exaltada; não convive com dúvidas em relação à Igreja; não conhece a fundo a história da Igreja, vive de artigos de Liahonas e pronunciamentos de autoridades gerais nas conferências, sem nada ou quase nada questionar; pretende mandar filhos para missão e vê-los  casados no Templo; acha natural e até se orgulha dos investimentos bilionários que a Igreja anda fazendo no mundo dos negócios; acha que tudo, de fato, vai bem em Sião, claro que não possui motivos para desejar ler o Livro Selado (...). Seria, para eles, de certa forma negar a fé e desafiar Deus!

5 Agora, quem ousou investigar a história da Igreja, por conta própria, e descobriu que algo de muito grave aconteceu após a morte de Joseph; que os Céus se fecharam e uma outra Igreja surgiu fragmentada e baseada em preceitos de homens, com mudanças nas Ordenanças e Ordem do Sacerdócio, na Doutrina e nas Leis do Reino de Deus, aí a coisa muda de figura! Quem toma conhecimento dessas importantes alterações e mudança de rumo da Igreja e insiste em não acreditar ou fechar os olhos, não é uma questão de fé, mas de dissonância cognitiva! (1). Não querer acreditar naquilo que se vê! Uma coisa muito importante que aprendi com a leitura do Livro Selado é que DEUS NÃO MUDA NUNCA com relação ao que Ele estabeleceu desde antes da fundação do mundo no que diz respeito às Leis e Ordenanças do Evangelho! O que foi entregue no Éden para Adão e Eva está em vigor até os dias de hoje de forma INALTERADA! Tudo que Deus estabeleceu, nos mínimos detalhes, possuem profundo significado. Não foi de forma aleatória, impensada, meramente simbólica! Por isso não devem ser alteradas sem a manifestação EXPRESSA de Deus!

6 Além dos efeitos da dissonância cognitiva facilmente identificáveis por mim em minhas tentativas de divulgar o Livro Selado, há um outro fator mais grave ainda: Embora o Elder Uchtdorf tenha declarado em um corajoso pronunciamento que ter dúvidas em relação a história da Igreja não é pecado (2), há indícios de que membros continuam tendo vergonha de terem dúvidas na Igreja, com medo de se considerarem e serem considerados infiéis, fracos, vacilantes e pecadores! É incrível, mas é a mais pura verdade! Brigham Young temeu que isso acontecesse um dia, quando fez a seguinte declaração: “Tenho (…) receio de que este povo tenha tanta confiança em seus líderes que deixem de perguntar por eles mesmos a Deus se estão sendo liderados por Ele. Tenho medo de que se acomodem em uma atitude cega de segurança individual. (…) Que todo homem e mulher saiba, pelo sussurro do Espírito de Deus para eles mesmos, se seus líderes estão trilhando o caminho que o Senhor ordena” (3).

7 Estaria isso acontecendo na Igreja? Será que homens e mulheres cultos, inteligentes, muitos de elevado nível de escolaridade, não questionam, não discordam, não apresentam seus pontos de vista, não debatem sobre quaisquer assuntos porque julgam ter a palavra final de Deus por meio de seus líderes?

8 Os membros da Igreja em Beréia checavam nas Escrituras os ensinamentos que recebiam dos apóstolos (4). Sejamos como eles!

9 O proselitismo dessa obra não possui pilares no convencimento mental ou intelectual das pessoas, mas na confirmação do Espírito Santo mesmo! E não é qualquer sentimento, não! Precisa ser algo forte, indelével, inconfundível porque  o desafio é dantesco! Como diria João Vendemiatti, nao é qualquer “calorzinho “ no peito, não. Sei o que me fez ficar em estado continuo de forte emoção durante mais de um mês. Não esqueço dos sentimentos que invadiram meu coração e os “insights” que explodiram em minha mente nesse período, transformando completamente o homem que eu era!

10 Presenciei com espanto a conversão de Renilde em Palhoça e a consequente cura de sua alma estraçalhada também pelas frustrações e decepções com história da Igreja. Não relato essas coisas para impressionar ou algo parecido. Até mesmo porque há quem diga que o que aconteceu comigo e com Renilde foi obra do maligno, trevas disfarçadas de luz. Aliás, é o que mais ouço dos irmãos da Igreja. Coisa do inimigo para destruir os eleitos. Uma obra para derrubar até os escolhidos. Já estou me acostumando e esperando ouvir isso. Se a pessoa demonstra algum interesse real e sincero eu continuo. Se não, paro imediatamente. Porque não se trata de convencer pessoas. Apenas apresentar o Livro Selado, responder perguntas se houver e deixar o resto a critério da pessoa, que precisa resolver o assunto por meio de sincera oração e desejo de saber a verdade, por mais destruidora de nossas convicções que ela seja.

Acredito que a grande maioria dos membros da Igreja cré que o seu Presidente e os Apóstolos conversam com Jesus Cristo. Por mais que isso seja negado por algum deles, os membros continuam acreditando. Isso é extremamente sério e revelador, eu compreendo porque já fui assim. Só um milagre ou uma grande desilusão é capaz de romper com crenças desse tipo. Eu estou na mesma situação do lado de cá. Acredito piamente que Mauricio tem contato com Moroni, Pedro, João, os três nefitas, que seres celestiais o visitam e passam instruções! Perceberam? Por isso que é necessária a intervenção do Espírito Santo porque se trata de SENTIMENTOS. Vocês eu e estamos lidando com sentimentos e experiências espirituais! Tudo acontece no plano da fé. Por isso a decisão precisa ser individual, sem nenhuma influência de quem quer que seja. Posso influenciar na apresentação do fato novo. Mas a decisão sempre será individual e livre. Absolutamente livre.

11 Se formos conduzir a questão somente pelo intelecto, Mauricio perde longe para os argumentos mórmons, bem como Joseph Smith perdia longe para os argumentos protestantes. Tudo igual. Só muda o cenário é a época.

12 Toda vez que Senhor se manifesta depois de uma apostasia a história se repete. Confusão, dúvidas, quebra de paradigmas, rompimento de tradições, conflito de crenças, rompimento de laços familiares, com os amigos, até morte e perseguições. Não é mesmo? Há um confronto com o “establishment” religioso vigente, digamos assim. Agora não poderia ser diferente! Por isso há necessidade de cada um ter sua própria experiência. E essa é dolorosa! Não é fácil.

13 Faço um convite à racionalidade aos irmãos que estão lendo ou pensando em ler o Livro Selado (...) para obterem a coragem de pensar por si mesmos e não só ler, mas examinar o Livro e tirar suas próprias conclusões, sem medo de estarem pecando. São todos perfeitos idiotas os que estão acreditando nesta obra? Mauricio conseguiu enganar todo mundo? Nosso povo e nossa terra são tão desprezíveis assim a ponto de ser impossível uma obra divina desse porte acontecer no Brasil? Seria Mauricio um louco varrido que ousou montar um embuste de tamanha magnitude, a ponto de enganar pessoas ao redor do Mundo?

14 O convite à racionalidade, repita-se, está lançado. Aqueles que desejarem expor suas dúvidas e opiniões sobre o Livro Selado (...) e o Projeto Sião, juntem-se a nós no grupo do telegrama para debatermos juntos. O missionário João Vendemiatti responderá dúvidas e questionamentos, tanto com relação à História da Igreja quanto ao Projeto Sião. Os interessados podem me procurar pelo Messenger para serem incluídos no grupo. Isso não os fará apóstatas nem nossos seguidores.

Viva Sião! Viva o Brasil!

Coriolano Pacheco

 

REFERÊNCIAS

(1) https://vozesmormons.org/2016/07/10/entendendo-dissonancia-cognitiva/

(2)

Venham, Juntem-se a Nós. Conferência de outubro de 2013.

(3)

https://www.lds.org/broadcasts/article/ces-devotionals/2013/01/what-is-truth?lang=por

(4) Atos 17:10-11

pt Português
X